E-mail/Senha incorreto. ×

ESQUECEU SUA SENHA?

Não se preocupe. Basta informar o e-mail que você usou para se cadastrar em nosso site.

7 dicas para diminuir os gastos da empresa

01/09/2015 Por: Vanessa Cagliari
7 dicas para diminuir os gastos da empresa

Muitos setores do mercado estão passando por recesso econômico e a medida acaba sendo adotar estratégias de redução na produção e nos investimentos. Porém, o corte de gastos pode ser feito com poucas mudanças para a empresa, sendo que um dos grandes desafios estratégicos é manter a competitividade. Custos baixos significam maior flexibilidade para aproveitar as oportunidades de mercado que exigem investimentos. Para chegar a esse resultado, o site InfoMoney, especializado em economia e finanças, selecionou 7 dicas para diminuir os gastos da empresa de maneira saudável. Veja:


 
 
1. Conheça os custos

É comum adotar cortes de custos sem prévia avaliação, em momentos de tensão. Mas, essas estratégias, em muitos casos, restringem recursos fundamentais para a produtividade da empresa, afetam o bem estar dos colaboradores e a satisfação do cliente. Além disso, cortes desnecessários não se sustentam ao longo do tempo. Portanto, saiba exatamente o que pode ser cortado e o que é essencial ser mantido para o bom funcionamento dos processos da empresa.


 
 
2. Envolva as pessoas

Marque reuniões e peça sugestões aos funcionários da empresa, em todos os níveis hierárquicos. Mesmo que os gestores detenham grande parte do conhecimento de suas equipes, muitos desperdícios podem ser observados por outros profissionais que estão presentes no dia a dia das atividades e em contato constante com o consumo de materiais ou serviços.



 
 
3. Reduza as contas de consumo
 
Telefonia: uma opção válida é substituir as ligações comuns por sistemas que usam a rede de computadores como o Skype, o VoIP, entre outros. Assine planos corporativos com a operadora que oferecer melhores condições.
 
Energia: realize projetos e planeje as atividades de sua empresa fora dos horários de pico nos quais as tarifas podem ser mais altas, ou considere o trabalho em casa. Instale lâmpadas de menor consumo; realize manutenção dos equipamentos com frequência e utilize cores claras nos ambientes.
 
Água: realize ações para detecção de vazamentos, troca de equipamentos comuns por economizadores de água, alternativas para reaproveitamento de água, palestras e campanhas educativas para os funcionários.


 
 
4. Otimize os canais de atendimento

Incentive os colaboradores da empresa a utilizarem canais com menor custo como autoatendimento, e-mail, site e URA. Além disso, busque tornar mais eficientes as estruturas atuais por meio de melhoria dos sistemas atuais, capacitação das equipes e conhecimento dos processos. Evite que um problema seja disseminado aos demais canais e instâncias.




 
5. Tercerize, internalize ou centralize

Considere adotar alternativas para as atividades que não estejam vinculadas a finalidade da empresa. Por exemplo, avalie a possibilidade de terceirizar, centralizar ou internalizar centrais de atendimento, frotas de carro, serviços administrativos, serviços de manutenção e limpeza.



 
6. Renegocie contratos

Faça pesquisas de mercado para instigar a concorrência entre os fornecedores e tenha sempre à mão mais de um fornecedor por demanda. Se mantenha atualizado em relação às opções de produtos no mercado que possam ser substituídos por de menor custo. Negocie prazos para pagamento dos profissionais a fim de ter melhor eficiência no fluxo de caixa. Além disso, é importante estudar o aluguel de equipamentos ao invés da compra.



 
7. Previna perdas físicas e financeiras

Com o objetivo de minimizar as perdas, invista em rotinas operacionais como o controle de produção, controle de validade e demarcação de produtos. A redução do estoque, tecnologias para segurança e a revisão do modelo de valorização também são boas ferramentas para diminuir custos.


 
 
O Dom Interativo oferece ótimos cursos de MBA em Gestão de Finanças Corporativas e MBA em Gestão Contábil que capacitam e qualificam para o mercado. Com um corpo docente atuante no mercado, as aulas são ajustadas às necessidades e novidades que as organizações empresariais requisitam. Experimente os cursos gratuitamente, por 7 dias.
 
Com informações de InfoMoney
 
 

Veja o que outras pessoas acham deste conteúdo. Comente você também.

Deseja mesmo encerrar esse chat?


Motivo:


Encerrar Cancelar