E-mail/Senha incorreto. ×

ESQUECEU SUA SENHA?

Não se preocupe. Basta informar o e-mail que você usou para se cadastrar em nosso site.

A preferência pelo Trabalho Remoto, o famoso Home Office

24/11/2014 Por: Editorial Dom Bosco
O mercado de trabalho vem mudando drasticamente com a chegada dos profissionais da Geração Y. Em uma postagem anterior, falamos sobre a importância e preferência de um ambiente de trabalho saudável.

Outra tendência que vem ganhando destaque é o acesso ao trabalho remoto, conhecido também como: home office.
Uma pesquisa realizada pela Cisco revela um aumento da demanda das gerações X e Y por modelos flexíveis de trabalho. Isso faz com as empresas pensem em adotar novas políticas para suprir as preferências do novo trabalhador.

O estudo, que faz parte do relatório Cisco Connected World Technology Report (CCWTR) 2014, analisou o comportamento de profissionais de 18 a 50 anos em 15 países e como a tecnologia mudou o ambiente profissional e o mercado de trabalho.

Segundo o levantamento realizado, aproximadamente 2/3 dos entrevistados declararam a preferência por uma empresa com modelo de trabalho e horários flexíveis, móvel e remoto.

Em complemento, 56% dos profissionais que trabalham em recursos humanos afirmaram que seus departamentos já incorporaram ou planejam incorporar um modelo de horário ou home office. Além disso, de acordo com o estudo, ¼ dos trabalhadores das gerações Y e X afirmaram que suas empresas já permitem o acesso ao trabalho remoto.

Já no Brasil, ainda existe uma preferência pelo modelo tradicional de trabalho pelas organizações, pois 88% dos profissionais ainda são obrigados à exercer suas funções em um escritório de segunda à sexta-feira. A desaprovação dos trabalhadores é evidente, pois o estudo releva que mais 50% dos funcionários afirmam que não se importariam em ter o salário reduzido em troca de mais flexibilidade na jornada de trabalho.


Conectividade
Em compensação à flexibilidade na jornada de trabalho, o estudo da Cisco revelou que o funcionário está mais conectado com o trabalho do que nunca, além do mais, os novos aparelhos eletrônicos parecem estar ganhando mais espaço no ambiente profissional e pessoal.

Os dados ainda comprovam que 7 em cada 10 profissionais são capazes de executar melhor suas tarefas por dispositivos móveis em vez de computadores e notebooks.

Graças aos smartphones e tablets, mais da metade dos funcionários podem ser encontrado por seus empregadores 24h por dia, seja por e-mail, mensagem ou aplicativos instantâneos de mensagens.






Veja o que outras pessoas acham deste conteúdo. Comente você também.

Deseja mesmo encerrar esse chat?


Motivo:


Encerrar Cancelar