E-mail/Senha incorreto. ×

ESQUECEU SUA SENHA?

Não se preocupe. Basta informar o e-mail que você usou para se cadastrar em nosso site.

As melhores ferramentas de marketing de conteúdo para investir

03/02/2016 Por: Vanessa Cagliari
As melhores ferramentas de marketing de conteúdo para investir

Antes de traçar o planejamento de marketing de conteúdo, é necessário analisar em quais canais será distribuído o conteúdo. Um dos fatores que influenciam essa decisão é saber se a ferramenta escolhida terá retorno positivo. Não existe resposta segura sobre o futuro, mas é seguro afirmar que a vida útil das tecnologias, ferramentas e plataformas obedecem a um ciclo de seis fases: ascensão, pico, queda, desilusão, esclarecimento e produtividade.

 
 
A empresa de consultoria em content marketing, Tracto, produziu uma pesquisa para descobrir quais as melhores ferramentas de content marketing para investir, com base em 30 táticas. Confira as conclusões:
 
 
 
1- Os aplicativos para a plataforma mobile estão em ascensão, ficando em destaque aqueles que produzem conteúdo em foto ou vídeo como o Snapchat ou o Periscope. No entanto, o WhatsApp figura no topo pelo segundo ano consecutivo.

 
2-Em 2014, 51% dos profissionais entrevistados viam o blog na fase de esclarecimento ou produtividade. Agora, o índice mudou um pouco, com 48%.

 
3- A automação de marketing está crescendo na visão do mercado brasileiro. O e-book, uma das ferramentas mais utilizadas na captação de cadastro, também apresenta crescimento.

 
4-Em 2014, 50% dos entrevistados viam o e-mail na fase de produtividade. A diferença é que, na edição anterior da pesquisa, 5% dos respondentes escolheram por não classificá-lo, contra 0% de agora.
 
 
5-Youtube e Google estão tão consolidados que os profissionais de marketing se dividem na percepção.

 
6-Já o Instagram, para seis em cada dez profissionais brasileiros, é visto como um canal em ascensão. Mas os outros dois já enxergam em queda.

 
7- O LinkedIn, nos últimos dois anos, vem se posicionando como plataforma de conteúdo, e não apenas de busca de emprego.

 
8-Tumbrl e Medium são muito populares entre os usuários de plataformas digitais, no entanto, são incógnitas para profissionais de comunicação brasileiros.

 
9-Embora seja muito popular nos Estados Unidos, o Pinterest só melhorou o awareness em 2015 no Brasil. Em 2014, 53% o desconheciam e agora, são 20%. A maioria dos respondentes o vê em ascensão.

 
10-Entre os canais consagrados considerados em queda estão: Twitter, Facebook e blog. Mas blog e Twitter são vistos na etapa de produtividade, fato que indica que muitos entendam que, para eles, o pior já passou. Para o Facebook, ainda não.
 
 
11-Jornal impresso, Google Plus, Flickr e SMS tornaram-se obsoletos e substituíveis.
 
 
12-Revista impressa é vista em queda no Brasil, apesar dos especialistas americanos como Robert Rose e Joe Pulizzi a considerarem uma estratégia eficiente pela concorrência no meio impresso.
 
 
13-Podcast é um formato antigo, mas é visto em ascensão devido à sua fácil adequação a dispositivos móveis, cada vez mais populares. 

 
14-Algumas plataformas já passaram por altos e baixos e agora são vistos em produtividade como rádio, e-mail, televisão e livro impresso. Não significa que tenham estabilidade, mas os profissionais já sabem o que esperar delas.

 
15- Em 2014, 54% dos entrevistados enxergavam o rádio na fase de produtividade, e 8% na fase de queda. Os índices mudaram para 44% e 14%, respectivamente.

 
16-Eventos online como hangouts e webinars começam a ganhar força.
 
 
 
Para saber mais sobre ferramentas de marketing de conteúdo, acesse o estudo na íntegra. E para se aprofundar em estratégias de marketing de conteúdo, especialize-se no curso de pós-graduação online em Gestão de Marketing Digital do Dom Interativo. Clique aqui e assista às aulas, gratuitamente.
 
 

Veja o que outras pessoas acham deste conteúdo. Comente você também.

Deseja mesmo encerrar esse chat?


Motivo:


Encerrar Cancelar