E-mail/Senha incorreto. ×

ESQUECEU SUA SENHA?

Não se preocupe. Basta informar o e-mail que você usou para se cadastrar em nosso site.

As palavras que devem ser evitadas no LinkedIn

24/03/2017 Por: Editorial Dom Bosco

palavras que devem ser evitadas no LinkedIn

Determinadas palavras-chave em currículos podem soar bonitas e passar uma imagem positiva do candidato à vaga de emprego. No entanto, para alguns recrutadores essas palavras não são tão bem vistas e acabam por não ajudar a destacar um currículo dentro do mercado de trabalho.
 
 
A rede social corporativa, LinkedIn, publicou uma lista das 10 palavras mais usadas pelos brasileiros no LinkedIn na hora de descrever suas habilidades profissionais nos perfis da rede. Estas palavras, por terem sido utilizadas com tanta frequência em perfis, acabaram por perderem sua força de atração, tornando-se clichês.
 
 
Na pesquisa, a palavra mais usada nos perfis do LinkedIn é “especializado”, termo que ultrapassou a palavra “responsável”, a mais usada pelos profissionais brasileiros desde 2013, quando a empresa começou a realizar a pesquisa.

 
O estudo tem como objetivo incentivar os usuários da rede social a completarem suas informações profissionais usando uma linguagem mais natural. Veja as palavras que devem ser evitadas no LinkedIn:
 
 
1) - Especializado

2) - Líder

3) - Estratégico

4) - Focado

5) - Responsável

6) - Com experiência

7) - Inovador

8) - Apaixonado

9) - Criativo

10) - Excelente
 
 
 
Agora, veja as 10 palavras mais usadas pelos brasileiros no LinkedIn em 2015:
 
1) - Responsável

2) - Liderança

3) - Estratégico

4) - Sólida experiência

5) - Criativo

6) - Planejamento estratégico

7) - Extensa experiência

8) - Experiência internacional

9) - Apaixonado

10) - Motivado

 
 
Na hora de encontrar candidatos em potencial, os recrutadores usam palavras-chave na busca do LinkedIn, e, por isso, o uso correto das palavras são importantes em todo o perfil, principalmente no campo "Especializações". 



Para a gerente sênior de comunicação do LinkedIn para a América Latina, Fernanda Brunszian, candidatos e recrutadores procuram uma melhor combinação de valores e cultura. Para isso, é necessário que os candidatos se apresentem na rede social de maneira espontânea e verdadeira, evitando palavras que já viraram lugar comum.
 
 
 
 

E-mail já cadastrado. ×

Receba nossas novidades


Veja o que outras pessoas acham deste conteúdo. Comente você também.

Deseja mesmo encerrar esse chat?


Motivo:


Encerrar Cancelar