E-mail/Senha incorreto. ×

ESQUECEU SUA SENHA?

Não se preocupe. Basta informar o e-mail que você usou para se cadastrar em nosso site.

Como a Sustentabilidade Corporativa pode ajudar a empresa?

20/02/2019 Por: Editorial Dom Bosco
 sustentabilidade organizacional


Se ao ler o título do post você logo foi pensando em como as empresas podem tornar suas atividades internas menos agressivas à natureza, pensou certo - até porque, o conceito de sustentabilidade envolve zelar, cuidar e proteger. Mas, a sustentabilidade corporativa aborda muitos outros objetivos além do meio-ambiente, os quais podem transformar significativamente o futuro das organizações que a adotam. Saiba como amadurecer a visão deste conceito pode ajudar ou melhor, transformar seu negócio.



Sustentando a sustentabilidade

Para ser considerado sustentável não basta fechar a torneira ao escovar os dentes, os princípios para sua implementação são bem mais abrangentes do que isso. Para que seja possível ter um pensamento diferente, é fundamental desenvolver a preocupação e o compromisso em obter resultados a longo-prazo.


Na família da sustentabilidade, podemos encontrar três subsegmentos: social, econômico e ambiental. Assim, não podemos restringir seu conceito ao meio-ambiente; sustentabilidade é um guarda-chuva que envolve outros critérios e, que não funcionam de forma separada, mas integrada.


Apelidado de tripé da sustentabilidade, o conceito de que os pilares indispensáveis para as empresas sustentáveis - ou que desejam se tornar - destacam a preocupação social, econômica e ambiental. Estes pontos devem funcionar em conformidade, para que a sustentabilidade possa ser sustentada e assim, provocar benefícios a longo-prazo. Abordar apenas um desses itens, não permitirá que esta estratégia seja aplicada de forma eficaz nas empresas.



Social, econômico e ambiental

Se em algum momento da sua vida você ouvir que uma empresa tem o compromisso com a sustentabilidade ambiental, sustentabilidade econômica ou sustentabilidade social, desconfie. Como já comentamos, não há como ser uma coisa ou outra; segundo o tripé da sustentabilidade é preciso os três, para que assim o título de sustentável seja merecido.


Quando uma empresa é empenhada pela sustentabilidade, há a preocupação em favorecer a natureza, zelar pelo bem-estar de todos os stakeholders e encontrar saídas econômicas para as atividades. Parece complexo, mas não é! O segredo para que isso aconteça é o bendito planejamento estratégico.


Quando o planejamento estratégico inclui os pilares da sustentabilidade, as coisas acontecem de forma natural, promovendo benefícios contínuos. Um desses retornos positivos é a imagem no mercado. Por exemplo, as companhias que são reconhecidas por assinarem matérias-primas mais sustentáveis e, ao mesmo tempo, tratarem de forma humana seus colaboradores e gerirem conscientemente suas economias, são valorizadas.


Vamos falar mais sobre sustentabilidade corporativa no cenário mercadológico atual? Experimente grátis nosso curso de extensão em Educação Corporativa.


E-mail já cadastrado. ×

Receba nossas novidades



Veja o que outras pessoas acham deste conteúdo. Comente você também.

Deseja mesmo encerrar esse chat?


Motivo:


Encerrar Cancelar