E-mail/Senha incorreto. ×

ESQUECEU SUA SENHA?

Não se preocupe. Basta informar o e-mail que você usou para se cadastrar em nosso site.

Como divulgar seu evento corretamente? Dicas para seu evento bombar!

30/10/2014 Por: Editorial Dom Bosco


O marketing de eventos visa divulgar um acontecimento onde várias pessoas se reúnem em um objetivo comum, seja pelo mesmo gosto musical ou evento cultural, como teatro ou cinema. Mas o organizador precisa estruturar seus objetivos e deixar uma estratégia bem clara para que tudo ocorra da melhor forma.
 
Atualmente as informações são trocadas e atualizadas a todo momento, é preciso tomar cuidado com divulgações inadequadas ou falta de planejamento. Ser versátil e prever tudo que pode dar errado é uma das qualidades que um organizador de eventos deve ter.
 
Hoje vamos falar um pouco de algumas atitudes que podem derrubar seu evento e, ao invés de ser inesquecível, ser “um tipo no pé”.
 
Sabemos que a panfletagem já é uma ferramenta ultrapassada de divulgação, por isso, a escolha para o público incorreto ou veículo errado pode ser um erro grave, mas quando o erro sai na impressão da panfletagem, muitos não sabem o que fazer.
 
Segundo Ana Paula Costa, diretora executiva da Blue Mint, agência de eventos e experiências, quando se faz uma divulgação impressa não há espaços para erros: “Não existe reversão, minimizar erros é fundamental, por isso é preciso escolher bem o planejamento estratégico”.
 
Caso o erro já tenha ocorrido, manter a transparência é fundamental. Procurar corrigir o erro pelas redes sociais e manter a panfletagem corrigida na mesma “praça”, podem ser caminhos para atingir o maior número de pessoas possível. Destinar uma pessoa para atendimento às dúvidas no dia do evento também acaba se tornando uma necessidade nestes casos.
 
Conseguir pessoas que apoiem seu evento, pode ser um dilema para quem não tem um objetivo ou um planejamento muito claro, por isso, quando for buscar seus parceiros tenha em mãos algo estruturado, para mostrar organização e sabedoria, isso passará credibilidade. Deixe claro todas as vantagens do parceiro, isso poderá convence-lo a dizer “sim”. Ana Paula recomenda: “Este é o grade ‘x’ da questão (risos). Primeiro, preciso entender quem estou procurando, depois apresentar um projeto estruturado e que traga vantagens ao parceiro”.
Mas quando apresentar o projeto? Isso acaba se tornando um dilema, pois muitos organizadores tem a cultura de entregar projetos rápidos e que acontecem em pouco tempo. “A chave de tudo é apresentar a proposta ao patrocinador com folga de prazo, nunca se apresentam propostas que estão em cima da hora para acontecer, isso pode ser um ponto negativo e uma chance maior de levar um não.” – recomenda Ana Paula.
 
Se o seu evento tiver credibilidade com o próprio público, seu boca a boca será um ótimo veículo de divulgação. Nas palavras de Ana Paula é preciso envolver seu público alvo, criar um afeto e emoção, assim seu evento pode “viralizar” com mais facilidade.
 
Um evento bem sucedido pode te fazer um produtor famoso e ajudar com o próximo trabalho, por isso não deixe de aferir as opiniões pós-eventos. “O evento precisa ser entendido como muito mais do que uma ação pontual, mas um investimento. Existem muitos meios para se tirar métricas de relacionamento pós e durante o evento, como o tempo de permanência, observação da reação da pessoa, aplicação de instrumento de pesquisa ou até mesmo criando um diálogo de feedback por meio das redes sociais, hotsite e etc. Todo evento pede uma particularidade.” – Finaliza Ana Paula.
 
Mas se quiser se aprofundar e se tornar um profissional da área você poderá se especializar com o curso de Gestão de Projetos, conheça e construa seu futuro agora!


curso de Gestão de Projetos

Veja o que outras pessoas acham deste conteúdo. Comente você também.

Deseja mesmo encerrar esse chat?


Motivo:


Encerrar Cancelar