E-mail/Senha incorreto. ×

ESQUECEU SUA SENHA?

Não se preocupe. Basta informar o e-mail que você usou para se cadastrar em nosso site.

Como montar o planejamento estratégico de uma empresa?

22/01/2019 Por: Editorial Dom Bosco
 Planejamento Estratégico


Empresas que não possuem estratégias sólidas, acabam fechando as portas mais cedo ou mais tarde. Isso acontece porque sem ideias inteligentes, é difícil entender as melhores formas de utilizar os recursos disponíveis no terreno em que está pisando e, o planejamento estratégico fornece essa visão às empresas tanto de pequeno como de grande porte.


Porém, muitas empresas que se consideram estratégicas, ainda fazem isso de forma vaga e não levam em conta todos os fatores (relevantes) que devem entrar no planejamento estratégico. A consequência desses métodos pouco profundos é uma equipe totalmente perdida sobre os porquês de estarem fazendo o que ‘estão fazendo’ e o desperdício de recursos.


Para que você faça diferente, separamos dicas essenciais para montar o planejamento estratégico de uma empresa. Verifique o passo a passo a seguir e identifique se eles já fazem parte de sua rotina ao realizar este processo.



1. Estratégia e Ação: duas coisas diferentes


É muito fácil confundir o conceito de estratégia e ação. Porém, ambos são coisas diferentes e confundi-los pode comprometer todo o resto do processo. Eles estão relacionados porque um precisa do outro.


Suponhamos que uma pessoa deseja ganhar massa muscular e assim começa a traçar formas para alcançar esse objetivo. Em seguida, define como estratégia a melhoria de sua alimentação; mas, para que isso aconteça, será preciso a ação de comprar alimentos que atendam a nova dieta. Entendeu como funciona?


Enquanto a estratégia é a ideia central a ação envolve as práticas necessárias para que ela aconteça. Assim, num planejamento estratégico empresarial definirão de forma específica a estratégia para alcançar o objetivo e as formas que serão implementadas para tornar tudo possível.



2. Entenda a empresa no mercado  


Empresas não vivem numa cúpula, elas interagem com um mercado e vice-versa. Portanto, não dá para ignorar as circunstâncias mercadológicas ao desenvolver um planejamento estratégico.


As organizações precisam ter bem esclarecidas as condições dentro da empresa (consequentes ou não de estímulos externos) e as condições do mercado. Para facilitar essa análise, é recomendado adotar a matriz FOFA/SWOT.


Em cada quadrante da matriz é possível definir o que vem do interno da empresa ou está vindo de fora (mercado):


Forças  - quais são os pontos fortes da empresa? (Empresa);

Fraquezas - o que ela não tem ou o que precisa melhorar? (Empresa);

Oportunidades - o que pode ser aproveitado do mercado? (Mercado);

Ameaças - o que o mercado oferece de risco ao negócio? (Mercado).



3. Estabeleça metas claras


Metas definem objetivos que devem ser alcançados em determinado período e, de preferência, que sejam mensuráveis. Para definir metas é preciso desenvolver pensamentos realistas, ou seja, não adianta dizer que quer vender R$ 1 milhão de produtos num dia, sendo que a média de vendas diárias é de R$ 500,00.


Além de compreender o comportamento interno da empresa, é indispensável entender o do mercado, para definir metas que sejam alcançáveis e não fiquem apenas na planilha. Por isso, para começar esse passo você não pode ter ignorado ou feito de forma vaga a matriz FOFA da empresa.


Para que a meta possa funcionar 100%, ela precisa ser clara para todos os que farão parte do processo (objetivos, ações, verba, tempo de entrega, etc). A visão, missão e valores da empresa também devem ser consideradas para o desenvolvimento de metas condizentes com a cultura empresarial.

Veja também: A importância de Gerenciar um Projeto



4. Mensure resultados   


Embora esteja no último item, a análise de dados ou mensuração de resultados é o processo que ocorre durante todas a aplicações estratégicas. Mas, muitas empresas falham ao deixarem de planejar como medir os resultados.


As métricas precisam estar presentes no planejamento estratégico, porque como dito, a análise não ocorrerá só depois de finalizada a atividade, mas durante. A etapa é fundamental, para que seja possível consertar falhas antes do prazo de término para não comprometer integralmente o sucesso final.


Estude Gestão em Estratégia Empresarial com a Unidombosco e aprenda novas ferramentas estratégicas de inteligência de mercado para aplicar.


E-mail já cadastrado. ×

Receba nossas novidades


Veja o que outras pessoas acham deste conteúdo. Comente você também.

Deseja mesmo encerrar esse chat?


Motivo:


Encerrar Cancelar