E-mail/Senha incorreto. ×

ESQUECEU SUA SENHA?

Não se preocupe. Basta informar o e-mail que você usou para se cadastrar em nosso site.

Como posso melhorar a logística do meu negócio?

18/09/2015 Por: Vanessa Cagliari
Como posso melhorar a logística do meu negócio?

Para se manter competitivas no mercado, as organizações devem, cada vez mais, buscar estratégias inovadoras para aumentar sua eficiência produtiva ou algum método para se manterem no topo em relação aos seus concorrentes. Uma boa gestão da cadeia de suprimentos (supply chain) significa aumento da satisfação de seus clientes e um aumento de sua eficiência.

 
 
Um exemplo de gestão de cadeia de suprimentos deve conter métodos para aumentar a rentabilidade de todas as etapas da cadeia logística que levam até a conquista da confiança e fidelização do cliente final. São elas:
 
-Planejamento do equilíbrio entre oferta e demanda;
-Escolha e relacionamento com fornecedores;
-Fabricação dos produtos;
-Armazenagem dos produtos;
-Entrega dos produtos;
-Devolução do produto pelo consumidor, caso necessário;
-Serviço especializado de atendimento ao cliente.

 
Confira, a seguir, técnicas sobre como melhorar alguns elementos da logística em sua empresa, segundo a Endeavor.
 
 
 
Agilidade e controle da linha de produção podem ajudar a resolver problemas
 
Primeiramente, a empresa deve ter todos os seus processos mapeados, pois apenas assim a gestão terá controle total de sua produção. Neste processo, quanto mais dados e números você obter, mais fácil poderá identificar as fragilidades na sua supply chain, como por exemplo, se você demora mais que a concorrência para realizar uma atividade, ou se é dependente de um fornecedor. Esses fatores te deixam em posição desfavorável para negociar prazos e custos. Se você manter um bom acompanhamento do início ao fim, é possível também prever e resolver com rapidez possíveis problemas.

 
 
Compartilhe seu sistema de gerenciamento da cadeia de suprimentos com os fornecedores
 
Um dos principais problemas para as empresas é a falta de produtos em estoque, mas o excesso de produtos também pode ser prejudicial, uma vez que implica em maiores custos, e talvez em maiores perdas (produtos perecíveis, por exemplo). Uma estratégia para acabar com esse problema é partilhar seus sistemas da cadeia de suprimentos com seus fornecedores, pois eles devem produzir e entregar de acordo com seus números de controle, à medida que seus estoques forem diminuindo e atingindo níveis mais baixos.

 
Para que isso funcione, é necessário contar com a tecnologia para que o fornecedor tenha acesso à sua base de dados. Os processos de ambas as empresas devem estar ligados e, caso não estejam, a disponibilidade e a demanda estarão descasadas.

 
 
Melhore suas previsões de demanda para evitar faltas e desperdícios
 
Outra forma de administrar melhor sua cadeia de suprimentos é melhorando as previsões internas e externas de demandas. A princípio, a melhor forma de prever a demanda é analisar o passado e o histórico de vendas da organização. Dessa forma, se você desejar prever a demanda para um determinado período, veja os números relativos ao mesmo período do ano anterior, sempre aplicando comparativos de crescimento dos períodos anteriores. Com isso, outros fatores ganham forma como a flutuação do mercado e a possibilidade de imprevistos.


 
 
Identifique e se alie a parceiros inovadores e eficientes
 
Faça aliança com parceiros comerciais nos quais você consiga visualizar capacidade inovadora e que demonstram potencial para ajudar no desenvolvimento de processos inovadores ou que consigam, de alguma de maneira, contribuir para otimizar a eficiência do seu negócio. E nem sempre tamanho e fama são elementos fundamentais. Apostar nas promessas do setor - aquele fornecedor pequeno que ainda está desenvolvendo sua imagem no mercado- pode oferecer ótimas surpresas quanto à inovação, comprometimento e capacidade de entrega.


 
 
Integre as equipes envolvidas na sua cadeia de suprimentos
 
Para uma gestão da cadeia de suprimentos eficiente, é importante integrar as projeções de vendas feitas no planejamento estratégico da empresa a outras etapas, como o planejamento de produção e operações, e também as finanças, investimentos, fluxo de caixa, custos orçamentários, garantindo assim um único plano de ação completo.

 
O marketing também pode ser interligado, pois você pode conseguir acompanhar quais campanhas de marketing apresentaram melhor retorno, considerando as condições de mercado, a época de veiculação, além da fabricação e da distribuição de componentes e peças, tudo sob a ótica da cadeia de suprimentos. Alinhados com as vendas, o planejamento de operações pode oferecer o melhor ponto de equilíbrio entre a demanda dos clientes e o nível de produtividade da empresa.
 
 
 
 
Use um único software de gestão para a cadeia de suprimentos
 
A escolha de um software é um dos fatores mais importantes para a sua gestão. Escolha sistemas que sejam integrados, completos e utilizáveis para todos os setores da organização. Um dica é utilizar poucos programas ou apenas um, uma vez que esse método garante mais agilidade e eficiência nos processos da empresa, além de diminuir possíveis erros e situações inesperadas.


 
 
Monitore o desempenho dos seus fornecedores
 
Os fornecedores são seus parceiros de negócio e, em muitos casos, o erro de um fornecedor pode parar o fluxo da cadeia de suprimentos, além de causar o descontentamento de seus clientes e um déficit no orçamento. Portanto, é importante monitorar as atividades destes parceiros para garantir sua produtividade, eficiência e seus bons resultados, protegendo qualquer erro vindo de fora da empresa.


 
Assista, gratuitamente, as videoaulas dos cursos de MBA online em Gestão de Logística do Dom Interativo. Os cursos oferecem conteúdo atualizado e as aulas são lecionadas por professores especializados e atuantes no mercado de trabalho. Clique e experimente.
 
Com informações de Exame
 
 

Veja o que outras pessoas acham deste conteúdo. Comente você também.

Deseja mesmo encerrar esse chat?


Motivo:


Encerrar Cancelar