E-mail/Senha incorreto. ×

ESQUECEU SUA SENHA?

Não se preocupe. Basta informar o e-mail que você usou para se cadastrar em nosso site.

Cursos a distância são bem vistos pelo mercado de trabalho?

08/12/2016 Por: Editorial Dom Bosco

Cursos a distância

Graças ao avanço da internet, a qualidade dos cursos a distância (EAD) e a popularização dessa modalidade de ensino, muitos profissionais têm procurado os cursos de pós-graduação a distância. Essa mudança também foi sentida pelo mercado de trabalho, mas ainda existe preconceito com os cursos a distância?
 
 
No geral, o mercado de trabalho costuma observar a qualidade e o potencial do profissional em seu âmbito profissional, e não o tipo de metodologia pedagógica do curso que ele se especializou.
 
 
Ao contrário do que muitas pessoas pensam, os estudantes do ensino a distância desenvolvem habilidades que são muito procuradas pelas empresas, como disciplina, proatividade, organização e autonomia. Como não existe uma cobrança direta do professor, os estudantes dessa modalidade de ensino devem se autogerenciar, o que permite explorar outras habilidades profissionais que no curso presencial não seria possível.
 
 
Com o objetivo de adquirir mais conhecimento, a advogada Karina Gondim, uma de nossas alunas, investiu em cursos de pós-graduação e MBA a distância, pois a modalidade online é mais interessante para ela. "Fiz uma análise do valor do investimento versus o benefício e percebi que estaria fazendo uma excelente opção", disse a advogada. Clique aqui e leia a entrevista completa.
 
 
Em entrevista à Revista Exame, a headhunter da De Bernt Entschev, Emmanuele Mourão, afirma existem estudos que revelam que o aproveitamento do estudante na modalidade online é melhor do que o registrado pelos alunos de cursos presenciais. Além disso, na opinião da especialista, o nome da instituição pesa na hora da contratação, seja para cursos de graduação, pós-graduação ou de extensão.
 
 
 
Por fim, para aqueles que ainda se sentem desconfiados com os cursos online, a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB) rege que o diploma não deve explicitar a modalidade do curso, o que faz com que um aluno que estudou a distância receba um diploma idêntico e de igual valor ao de um aluno que fez um curso presencial.
 
 

E-mail já cadastrado. ×

Receba nossas novidades

 


Veja o que outras pessoas acham deste conteúdo. Comente você também.

Deseja mesmo encerrar esse chat?


Motivo:


Encerrar Cancelar