Ativar notificações
E-mail/Senha incorreto. ×

ESQUECEU SUA SENHA?

Não se preocupe. Basta informar o e-mail que você usou para se cadastrar em nosso site.

Dicas de como arrasar no trabalho acadêmico

17/01/2019 Por: Editorial Dom Bosco
 Dicas de como arrasar no trabalho acadêmico


Algumas coisas não mudam muito da escola para a faculdade e o gosto por realizar trabalhos acadêmicos é um deles. Pior que o gosto por realizar projetos na escola ou faculdade, é a qualidade com que esses são produzidos, não sendo nada incomum pegar o trabalho de um universitário com qualidade igual ou inferior a de um aluno do fundamental. Para não ser esse aluno, basta analisar algumas dicas que vão te ajudar a arrasar no trabalho acadêmico.




Fonte


A fonte dos dados é a principal base de um trabalho acadêmico de qualidade. Por não saberem como usar os recursos disponíveis para essa etapa, diversos alunos acabam por colocar dados incorretos, incompletos ou repetidos no contexto, fazendo com que a nota seja subtraída consideravelmente.


O que muitos confundem ao analisar as fontes do trabalho, é que não se trata de uma etapa que envolve somente pesquisa, mas, também inclui análises. Para que a fonte seja considerada confiável, além de buscar quem é o autor da informação (formação, área de atuação, outros artigos, etc), é indispensável que o aluno o compare com outras fontes similares para validar sua veracidade.


Não citar a fonte de onde provém a informação, é outro erro clássico. Nunca esqueça de citar os responsáveis pelos conteúdos que o ajudaram a construir o trabalho, sempre com atenção para não cometer nenhum plágio. Outra dica, é não ficar com os estudos focados apenas na internet, consulte livros, vídeos e podcasts que irão contribuir com uma bibliografia rica.


Leia também: Evitar plágio em trabalhos acadêmicos




Estrutura


A estrutura de seu trabalho de faculdade, também é indispensável para conseguir uma boa nota. Não saber estruturar corretamente o projeto escrito, pode deixá-lo confuso e desvalorizar toda as pesquisas que você fez.


Para que um trabalho seja coerente, é sempre aconselhado respeitar o padrão: introdução; desenvolvimento; conclusão. Então, antes de começar a compor o conteúdo, medite nos itens que deverão ser abordados em cada capítulo, subcapítulo e assim por diante, de modo que façam sentido para o leitor.


Uma ferramenta muito parceira neste momento que pode dar “nó na mente” de quem está produzindo o trabalho acadêmico, é fazer uso de mapas mentais (mind maps). Você pode obter essa visualização com post its ou usando aplicativos.  




I Revisão
Quantas coisas poderiam ter sido evitadas com uma bela revisão… tem tanta coisa ‘boba’ que passa, por pura falta de atenção. Não é só depois de concluído que um trabalho deve ser revisado, durante a produção é fundamental que ele seja visto e revisto com muita cautela.


Especialmente trabalhos em grupo enfrentam o desafio de fazerem produções homogêneas e, é rotineiro que professores recebam entregas no estilo frankensteins - onde cada parte deixa claro que foi escrita por integrantes diferentes. Assim, fazer revisões ao longo do projeto, evita este tipo de problema.


Para fazer uma revisão, o recomendado é que a pessoa encarregada não esteja viciada naquele conteúdo, ou seja, deve ser, preferencialmente, alguém que não faz parte daquele grupo. Pessoas externas, conseguem avaliar de forma mais “fria” e enxergar erros que tenham passado na correção do grupo.




Formatação

Cada universidade pode ter seus próprios termos quanto a entrega de trabalhos acadêmicos e algumas, até deixam a critério do aluno como fazer a formatação do conteúdo; mas, a base formal e que guia a maior parte dos institutos de ensino, são as normas ABNT - Associação Brasileira de Normas Técnicas.


O que pode complicar a formatação em ABNT para os acadêmicos, é o número de regras que ela apresenta. A exigência comum da norma, não é para ser um desafio para os estudantes e sim servir de guia para a construção de projetos mais científicos e profissionais.


Quem respeita a ABNT, raramente tem problemas de estrutura e legibilidade, conseguindo fazer entregas plausíveis e que até poderão ser publicadas por órgãos acadêmicos renomados. Assim, ela mais ajuda do que atrapalha.




II Revisão

Sobreviveu até aqui? Pois bem, ainda falta mais um passo para fazer uma entrega acadêmica nota dez. Já comentamos da importância de fazer uma revisão ao longo do projeto e agora, é o momento de fazer a revisão final.


É aqui o momento decisivo, que você precisa identificar falhas de estrutura ou conteúdo antes de fazer a entrega. Depois de ter tanto trabalho e ficar envolvido com o mesmo assunto durante dias, tanto você como seu grupo (caso exista), já devem estar com a vista turva para identificar problemas.


Então, para conseguir uma melhor revisão, além de pedir para alguém fora do contexto fazer essa atividade, é aconselhado a contratação de profissionais especializados em revisão. Não economize nesse momento tão decisivo para defender uma boa nota, ou melhor, entregar um trabalho acadêmico “arrasador”!


E-mail já cadastrado. ×

Receba nossas novidades



Notícias relacionadas

17/01/2019

Dicas de como arrasar no trabalho acadêmico


Veja o que outras pessoas acham deste conteúdo. Comente você também.

Deseja mesmo encerrar esse chat?


Motivo:


Encerrar Cancelar