E-mail/Senha incorreto. ×

ESQUECEU SUA SENHA?

Não se preocupe. Basta informar o e-mail que você usou para se cadastrar em nosso site.

Ensino superior: desafios e oportunidades para os professores

07/11/2018 Por: Editorial Dom Bosco
 


Os desafios andam lado a lado com o ensino, e os professores que não conseguem entender quais são esses no período que lecionam, sofrem muito e ensinam pouco. No ensino superior, mesmo com um público mais maduro e que está na instituição porque deseja - ao menos, deveria ser assim - as dificuldades não deixam de fazer parte do cotidiano. Mas, para aqueles que sabem como superar as barreiras, surgem também muitas oportunidades.



A peça que deve funcionar muito bem nos
professores do ensino superior, é a comunicação. Embora os adultos façam menos bagunça que as crianças, é mais difícil identificar quando eles perdem o foco. Normalmente, crianças ficam mais hiperativas quando não estão prestando atenção no que está sendo dito, agora os adultos continuam quietos e aparentemente compenetrados na aula, mas suas mentes podem estar em outro lugar. Professores que não conseguem ter uma comunicação cativante com o perfil dos alunos, acabam tendo mais corpos do que mentes em sala.



E não é fácil conseguir estabelecer uma comunicação plausível no ensino superior, já que fora transmitir o conteúdo de forma interessante, a postura do professor deve atender ao perfil da universidade em que atua. Mas, quando o profissional consegue o equilíbrio entre o que o aluna precisa, o que a universidade quer, e o que ele como professor acredita, o sucesso acontece.



Alguns professores erroneamente acreditam que por adotar um linguajar mais popular - até mesmo com palavrões - e uma postura mais descompromissada, conseguirão engajar melhor seus alunos. Isso, não passa de ilusão e falta de profissionalismo. Para ser bem-sucedido no ensino superior, é preciso ensinar de uma forma leve e que realmente ajude o aluno a estar pronto para o mercado.



Dito anteriormente, uma das vantagens do ensino superior, é que os alunos não foram obrigados a estar na aula, o que é comum no ensino básico. Isso contribuí para que adotem uma postura mais interessada, visto que desejam seguir as carreiras que escolheram como curso. Portanto, pesquisam mais e alguns já atuam na área, o que oferece uma postura mais comprometida. Além disso, dispensa a necessidade do educador em ter que cobrar atitudes básicas da sala - tarefas, trabalhos, participação, atividades e etc. - afinal, são adultos.



Como o objetivo do profissional é inserir os alunos no mercado, é imperativo que ele esteja atento com o que acontece no mundo, sempre atualizado e adaptando suas aulas para apresentar novidades que tornem os conteúdos reais. O professor precisa ser acessível, e demonstrar que ele está disponível para ajudar. Aliás, disponibilidade é um passo muito importante para conseguir a confiança em sala.



Um dos maiores
desafios para o mercado universitário, é que seus docentes raramente recebem um treinamento específico para este período de ensino. Professores universitários que são especializados na educação superior, são muito mais requisitados para contribuir com a formação de ótimos profissionais. Assim, conheça a Pós-graduação de Docência no Ensino Superior da Unidombosco, e transforme os desafios em oportunidades no ensino universitário.





pós educação gráris
 

E-mail já cadastrado. ×

Receba nossas novidades



Veja o que outras pessoas acham deste conteúdo. Comente você também.

Deseja mesmo encerrar esse chat?


Motivo:


Encerrar Cancelar