E-mail/Senha incorreto. ×

ESQUECEU SUA SENHA?

Não se preocupe. Basta informar o e-mail que você usou para se cadastrar em nosso site.

Estratégias comprovadas pela ciência para se concentrar melhor

19/06/2015 Por: Vanessa Cagliari
Estratégias comprovadas pela ciência para se concentrar melhor

Manter a concentração é uma dificuldade para você? Felizmente, a ciência é capaz de ajudar, pois descobriu, por meio de experimentos, estudos e pesquisas, diversas técnicas que ajudam a treinar o cérebro para manter a concentração por um tempo mais longo. Manter a concentração em um projeto de trabalho é uma qualidade necessária, seja profissional ou estudante. Acompanhe a seguir, algumas estratégias úteis que a ciência descobriu para quem tem dificuldade para se concentrar:



 
Beba café
Uma pesquisa produzida por cientistas americanos revelou que o café pode ser um grande aliado na concentração e na memória. Apesar da cafeína em excesso ser considerada pela OMS (Organização Mundial da Saúde) como uma substância estimulante do sistema nervoso central, ela atua no organismo de forma positiva quando usada adequadamente. A cafeína aumenta o estado de alerta, reduz a sensação de fadiga e aumenta a capacidade de realizar tarefas.




Faça pausas em ambientes naturais
Um estudo realizado na Universidade de Michigan (Estados Unidos) descobriu que ambientes naturais, como praças, parques e praias possuem grande poder de redução da fadiga, além de relaxar a mente, fator essencial para conseguir manter a concentração em algum trabalho complexo. Portanto, quando se sentir cansado e estressado com o projeto em que está trabalhando, procure sair para dar uma volta.



 
Jogue videogame
De acordo com uma pesquisa conduzida pela Universidade de Rochester, nos Estadus Unidos, e divulgada na revista Nature, as pessoas que jogam videogames de ação melhoram sua atenção visual seletiva, além de se mostrarem mais eficientes na maneira como usam seus recursos de atenção e serem capazes de atender a estímulos.



 
Medite
Um artigo publicado na revista científica PNAS relatou que praticar meditação durante um período de 20 minutos por dia, durante cinco dias, é suficiente para melhorar e aumentar o rendimento em testes de atenção. Além disso, meditar também ajuda a reduzir a fadiga, o estresse e a ansiedade.



 
Pratique exercícios físicos
Segundo estudos publicados na revista Experimental Educational Psychology, o exercício físico é capaz de melhorar o rendimento cognitivo e o raciocínio. De acordo com a pesquisa, o exercício aeróbico breve, de até 12 minutos, melhora a capacidade de atenção seletiva em crianças.
 
 

Veja o que outras pessoas acham deste conteúdo. Comente você também.

Deseja mesmo encerrar esse chat?


Motivo:


Encerrar Cancelar