E-mail/Senha incorreto. ×

ESQUECEU SUA SENHA?

Não se preocupe. Basta informar o e-mail que você usou para se cadastrar em nosso site.

Marketing Esportivo: A bola da vez para mexer com seu cliente!

03/10/2014 Por: Editorial Dom Bosco


O marketing esportivo, como o próprio nome já diz, usa o esporte como ferramenta para tocar seus clientes de forma a envolvê-los através do benefício que o ramo traz.
 
Marketing através do esporte envolve atividades ou produtos que fazem o uso de tal segmento como veículo promocional ou de comunicação. Podemos observar alguns exemplos como ações de ativação, produtos licenciados.
 
Outro exemplo muito claro é quando uma marca resolve patrocinar um atleta ou uma equipe, sempre usando o fato de que o esporte traz benefício à saúde, além de ser uma ocupação saudável. Não há dúvidas de que este apelo é totalmente político e gera uma ótima imagem para a empresa.
 
É possível que uma marca que não é do ramo esportivo se beneficie do esporte para se disseminar, usando um atleta famoso por exemplo. Tudo que possui poder para mexer com o emocional do cliente será a “bola da vez”, com isso o marketing esportivo fica mais forte.
 
Marketing nos eventos esportivos
 
Estar presente em um evento, muitas vezes, é a forma se comunicar “cara-a-cara” com seu cliente, acaba por se tornar um canal B2C, segundo Jucelia Silva, que trabalhou diretamente na montagem e atendimento de feiras e eventos por mais de 5 anos: “Os eventos são eficientes pelas diferentes formas de transmitir as suas mensagens publicitárias. É o local onde as pessoas consomem as marcas por meio de experimentações, assim, sentem-se mais próximas a ela.”
 
O retorno de mídia espontânea nos dias de hoje é muito importante em um mercado cada vez mais digitalizado, o que agrega à marca um valor muito importante, já que queremos tocar o emocional de nosso cliente.
 
A escolha do evento correto deve ser um momento de muito planejamento, pois estamos nos referindo a um investimento que vai refletir direto em nosso cliente, segundo Jucélia, devemos analisar o tipo de estratégia, o público participante, tamanho do evento e até mesmo seu espaço e visibilidade.
 
Em uma era digitalizada, investir em eventos físicos pode deixar uma dúvida na hora de escolher seus canais de divulgação. “O evento é a oportunidade de juntar a exposição de marca e o contato direto com o cliente, num mercado intensamente competitivo, ações diferenciadas para encantamento do seu público são diversificadas e altamente eficazes.” – conclui Jucelia.
 
Por isso o marketing de eventos pode ser uma boa vertente a se seguir, podendo inclusive ser objeto de estudo e especialização, para que a sua empresa traga cada vez mais inovação para seu marketing.
 

Veja o que outras pessoas acham deste conteúdo. Comente você também.

Deseja mesmo encerrar esse chat?


Motivo:


Encerrar Cancelar