E-mail/Senha incorreto. ×

ESQUECEU SUA SENHA?

Não se preocupe. Basta informar o e-mail que você usou para se cadastrar em nosso site.

O inglês não é o foco principal da educação bilíngue. Entenda

16/05/2019 Por: Editorial Dom Bosco

O inglês não é o foco principal da educação bilíngue. Entenda
Ter aulas de um segundo idioma e estar imerso em uma instituição cujo foco educacional é, além de cumprir a grade curricular, contextualizar diversos momentos em outra língua, são duas coisas um pouco diferentes.


Na primeira situação, a segunda língua é o foco a todo o momento, ou seja, tudo é direcionado para que ela seja assimilada de maneira técnica e o aprendizado acontece durante as aulas e quando são feitas tarefas em casa.


Já na segunda situação - a educação bilíngue - o inglês é utilizado como um instrumento de aprendizado nas matérias, no contexto da aula como um todo e, além do contato por mais tempo, o aluno também é estimulado a raciocinar na outra língua.


Educação é o foco!

Em qualquer instituição de ensino, independente do método utilizado, o foco é desenvolver os alunos, prepará-los para serem cidadãos e também qualificá-los para o trabalho, visando o desenvolvimento socioeconômico e cultural do país - e do indivíduo.


Para isso é necessário seguir uma grade curricular estabelecida pelos órgãos competentes, com cargas horárias específicas. No Brasil essas padronizações são definidas pelo Ministério da Educação (MEC), por meio da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), que também recomenda que sejam abordados temas contemporâneos de forma transversal e integradora.


As escolas bilíngues nacionais, além de atender todos os requisitos estipulados pelo MEC, leciona algumas matérias na segunda língua estabelecida. A integração conteúdo e idioma é fundamental para que o processo de aprendizagem seja efetivo e não ocorra a dispersão e desinteresse dos alunos.


O inglês é então colocado para os alunos de maneira natural, estimulando-os a raciocinar sobre o que estão aprendendo, na segunda língua. O foco está no conteúdo e no contexto da aula; nas situações diversas vivenciadas e com diálogos contínuos; assim como na socialização.
 

É necessário um planejamento adequado para desenvolver as habilidades bilíngues nos alunos, pois um segundo idioma em um mundo conectado é fundamental. E o nosso curso de Pós Graduação online em Práticas da Educação Bilíngue traz as abordagens necessárias para os profissionais de educação que querem se especializar nesta área tão recente no contexto brasileiro.


Veja o que outras pessoas acham deste conteúdo. Comente você também.

Deseja mesmo encerrar esse chat?


Motivo:


Encerrar Cancelar