E-mail/Senha incorreto. ×

ESQUECEU SUA SENHA?

Não se preocupe. Basta informar o e-mail que você usou para se cadastrar em nosso site.

Os 10 profissionais que recebem os salários mais altos no Brasil

05/05/2016 Por: Vanessa Cagliari

Os 10 profissionais que recebem os salários mais altos no Brasil

A consultoria Michael Page produziu um novo levantamento que revela os profissionais executivos que recebem os salários mais altos no Brasil em 2016. Segundo Henrique Bessa, diretor da consultoria, o ranking aponta as funções com maior remuneração proporcionalmente ao seu nível de senioridade, que tem crescido mais rapidamente do que a média.

 
 
A lista é dominada por profissionais que auxiliam as empresas a enfrentar a crise econômica. Seja ao diminuir custos ou aumentar a receita, eles têm papeis essenciais para que as empresas ganhem eficiência em um ambiente instável. Para a pesquisa, a Michael Page consultou 100 executivos e se baseou em dados reunidos nos últimos 12 meses a partir de entrevistas de emprego feitas pela consultoria. Confira as 10 profissões com os salários mais altos do Brasil.


 
 
 
1.Diretor de distressed credit
O profissional que atua como Diretor de distressed credit atua em bancos e recebe salário médio de R$35 mil podendo chegar a R$45 mil. A função principal da área é salvar negócios com dificuldades financeiras. "Como há muitas empresas nessa situação agora, o diretor dessa área ganhou um papel ainda mais estratégico", afirma o diretor da Michael Page.


 
 
2.Diretor Tributário
O papel do diretor tributário é fazer a administração de todos os gastos com tributos, sobretudo com viés executivo para outras áreas do negócio. Segundo Bessa, esse profissional passou a ser mais valorizado porque sua atuação gera importantes custos para a empresa. A média salarial do diretor tributário gira em torno de R$30 mil, podendo chegar ao valor de R$40 mil, dependendo do porte da empresa.


 
 
3.Diretor de tesouraria
Com salário entre R$30 mil e R$40 mil, o diretor de tesouraria é procurado, principalmente, para resolver problemas de endividamento de companhias. O profissional tem sido valorizado por empresas de capital intensivo de grande porte.


 
 
4.Especialista sênior em treasury sales
O motivo pela alta valorização do especialista em treasury sales é a sua capacidade de traçar estratégias de receita dentro da área da tesouraria de bancos. Para quem deseja atuar em uma posição de liderança, o mercado exige que os profissionais tenham forte bagagem técnica e facilidade no relacionamento com clientes. O salário fica entre R$25 mil e R$40 mil.


 
 
5.Diretor de operações
Com atuação na área de engenharia, o diretor de operações passou a ser requisitado pela sua visão generalista das verticais de uma indústria. Segundo Henrique Bessa, por centralizar as diretrizes de todas as áreas, ele estabelece uma única interface das operações com o comando das empresas, o que facilita a comunicação e unifica a estratégia do grupo. Salário médio figura entre R$25 mil e R$35 mil.


 
 
6.Superintendente/direto clínico
Os hospitais e clínicas passaram a contratar mais especialistas em administração de empresas, e atualmente, o setor passa por um processo de novas políticas de gestão. Porém, ainda é difícil encontrar um executivo com competências para funções administrativas e operacionais, como foco em resultados financeiros, o que explica a valorização do diretor clínico. As empresas pagam salário de R$25 mil, que pode chegar a R$35 mil. Clique aqui para saber mais sobre a área de gestão em saúde.


 
 
7.Gerente de leasing/locações
Conforme explica Henrique Bessa, o mercado corporativo de lajes comerciais está saturado e muitas companhias tem se mudado para espaços com melhor custo-benefício ou têm renegociado aluguéis. Por isso, elas procuram e pagam bem quem sabe trabalhar com transições imobiliárias e leasing/locações. O gerente de leasing recebe remuneração de R$25 mil, que pode chegar a R$30 mil.


 
 
8.Diretor de novos negócios
Com atuação na área de vendas e marketing, a principal função do diretor de novos negócios é diversificar o mercado de atuação da empresa, buscando oportunidades não mapeadas de receita. Esse profissional ajuda o negócio a sobreviver em meio à instável condição econômica do país. O valor do salário fica entre R$24 mil e R$32 mil.


 
 
9.Diretor de tecnologia (e-commerce)
Como o setor de e-commerce é uma recente realidade no Brasil, ainda existem poucos profissionais com experiência nesse mercado. A popularização das compras online no Brasil tem exigido uma rápida atualização da infraestrutura das empresas, uma vez que se o sistema cai, as vendas são interrompidas, e por isso, se torna essencial a presença de um especialista de nível sênior para garantir a eficiência da plataforma. Média salarial do diretor de e-commerce é de R$20 mil a R$30 mil.

 
 
 
10.Diretor comercial de seguros (Pequenas e médias empresas)
Conforme explica Henrique Bessa, o mercado de seguros para as pequenas e médias empresas costuma ser menos explorado em cenários econômicos mais positivos, porque os grandes clientes vão bem e todas as atenções das seguradoras estão voltadas para eles. Quando aparecem as dificuldades conjunturais, esta frente acaba abrindo oportunidades de negócio, e exige profissionais com habilidades específicas para lidar com esse público.

 
 
Com informações de Exame
 
 


Veja o que outras pessoas acham deste conteúdo. Comente você também.

Deseja mesmo encerrar esse chat?


Motivo:


Encerrar Cancelar