E-mail/Senha incorreto. ×

ESQUECEU SUA SENHA?

Não se preocupe. Basta informar o e-mail que você usou para se cadastrar em nosso site.

Por que procrastinamos tanto? Entenda seu cérebro para cumprir suas metas

26/01/2018 Por: Daniel Fernandes
 procrastinação

Todo mundo faz planos. Todo mundo tem ideias. Todo mundo tem projetos. Porém, quantas pessoas você conhece que tiraram os planos do papel? Quantas pessoas você conhece que executaram as ideias que tiveram? Quantas pessoas você conhece que chegaram ao final de um projeto?

A procrastinação é um dos problemas mais comuns na sociedade atual. Aquela mania de deixar para mais tarde o que devia ser feito agora está presente em muitas vidas. E isso, invariavelmente, acaba por prejudicar carreiras, atrasar planos e afastar as pessoas da sensação maravilhosa de dever cumprido.


Você sabe por que procrastina? Na maioria das vezes, deixamos para depois as tarefas maiores e que entendemos ser mais complexas. Isso acontece, porque nosso cérebro foi programado dessa maneira. Nosso cérebro entende que é melhor processar as tarefas concretas, ou seja, as que podem ser resolvidas imediatamente.

Acontece que temos a tendência em entender que tarefas mais longas, de difícil execução, são
menos tangíveis. Quando pensamos num projeto grande, por exemplo, o cérebro entende que trata-se de uma tarefa mais abstrata e, por isso, acaba por colocá-la em segundo plano.

Nossa mente acaba, então, priorizando as tarefas que podem causar a sensação de
“dever cumprido” mais rápido. Por isso acabamos executando as tarefas do dia a dia mais rapidamente, sempre deixando pra depois os casos mais complexos, que podem nos trazer uma sensação de dever cumprido ainda maior.

O principal fator para evitar a procrastinação é mudar o modo como encaramos a tarefa a ser executado. Se você tem um plano de estudos para seguir ou quer começar um curso de pós-graduação, mas sempre adia, provavelmente você está olhando pelo ângulo errado.

Pessoas que procrastinam, diferente das pessoas que executam, focam o pensamento no esforço necessário para realizar a tarefa. Essas pessoas acabam se boicotando automaticamente quando pensam que, para entregar o relatório mensal do trabalho, por exemplo, precisam perder horas extraindo dados e montando uma apresentação. O segredo está em pensar em como você se sentiria caso já tivesse entregado o tal relatório.

Como será que você se sentiria ao terminar um curso? Como se sentiria entrando para a faculdade dos seus sonhos? Como se sentiria concluindo uma pós-graduação que irá impulsionar sua carreira?

Todos os planos parecem mais fáceis de serem executados quando pensamos na conclusão dos mesmos e não na tarefa em si. Para começar a deixar de ser um procrastinador, portanto, é necessário mudar seu modo de pensar. A partir de hoje, foque seus pensamentos na conclusão do projeto ou na execução das suas ideias. Essa mudança de comportamento com certeza será a porta de entrada para uma nova fase em sua vida.

Para te ajudar a mudar seu olhar, vamos listar algumas dicas simples:
1 - Observe distrações que te impedem de executar as tarefas - perca um tempinho identificando o que te tira a atenção. Quando souber quais são os gatilhos que mudam seu foco, ficará mais fácil seguir o planejado.

2 - Motivação não cai do céu. Sentar a esperar a tal motivação para começar algum projeto é perder tempo à toa e dar chance eterna para a procrastinação. Você não precisa de motivação, precisa de disciplina. Fazer o que precisa ser feito é diferente de esperar vontade de fazer.

3 - Se dê um prêmio para as tarefas que concluir. Nossa mente entende as recompensas e se esforça para consegui-las, então, sempre que você terminar uma tarefa, se dê uma recompensa. Pode ser um bombom, uma cerveja gelada ou aquele livro que você quer comprar há tempos.

4 - Crie uma rotina. O hábito é o melhor aliado para vencer a procrastinação. Tenha horários fixos para levantar, para começar a trabalhar, para almoçar e para estudar, Defina na sua agenda que, de tal hora a tal hora, fará determinada coisa. E repita essa rotina até que ela esteja fixada em seu cérebro.

5 - Faça alguma coisa. Sempre! Fazer alguma coisa é melhor que não fazer nada. Entenda que nada é pequeno. Tenha em mente que um pequeno passo, uma pequena entrega, uma pequena tarefa daquele grande projeto, é um grande passo para o todo.

Seguindo essas dicas, com certeza você pode começar a não deixar mais nada para depois. Aproveite que está motivado, cheio de vontade de sentir aquela sensação de dever cumprido e, mais que isso, de se recompensar por ter tirado os planos de papel.

E-mail já cadastrado. ×

Receba nossas novidades



Veja o que outras pessoas acham deste conteúdo. Comente você também.

Deseja mesmo encerrar esse chat?


Motivo:


Encerrar Cancelar