E-mail/Senha incorreto. ×

ESQUECEU SUA SENHA?

Não se preocupe. Basta informar o e-mail que você usou para se cadastrar em nosso site.

Quais os hábitos que prejudicam a criatividade?

07/07/2016 Por: Editorial Dom Bosco

Quais os hábitos que prejudicam a criatividade?

O processo de criação está muito ligado à habilidade de dominar ferramentas, recursos e conhecimentos de maneiras cada vez mais produtivas e simples. Mas, com que frequência você usa todo o conhecimento que adquiriu ao longo dos anos? Imagine tudo o que poderia realizar se conseguisse usar tudo aquilo que aprendeu até aqui para construir algo inovador.

 
 
De acordo com a CEO da Lead From Within, Lolly Daskal, muitas vezes, isso não ocorre devido alguns maus hábitos, que, aparentemente, parecem inofensivos. Veja, a seguir, 6 hábitos que prejudicam o processo criativo, segundo a especialista.


 
 
1.Falta de autoconfiança
A incerteza é comum na hora de criar, e, uma pequena dose de dúvida é até saudável. No entanto, conta Lolly, se você não tiver o mínimo de confiança em uma situação crítica, isso pode ser prejudicial para o resultado do seu trabalho. A criatividade exige coragem de liberar a certeza, e, é dentro dessa coragem, que a criatividade flui. Criar é um hábito, e uma melhor criatividade é resultado de bons hábitos, aqueles que dão espaço para usar a imaginação aliada ao conhecimento. Para ser criativo, você deve perder o medo de estar errado.


 
 
2.Paralisia analítica
Esta péssima condição te torna incapaz de tomar decisões por conta própria devido à sobrecarga de informações. De acordo com a CEO, as pessoas que se autodeclaram criativas costumam concordar que pensar demais pode ser um dos piores hábitos para a criatividade.



 
3.Julgamentos prematuros
Para se tornar uma pessoa criativa, é preciso se permitir conseguir gerar ideias livremente sem julgamentos. "Se você julgar suas ideias cedo demais no processo de criação, vai acabar tentando adivinhar ao invés de acertar, e consequentemente, vai criar menos", conta a especialista. Uma boa dica é separar os dois processos: primeiro, deixe que as suas ideias fluam sem nenhuma interrupção, e depois, filtre as melhores.



 
 
4.Falta de coragem
Se você tem medo do fracasso, de descobrir novos caminhos, vai achar difícil atravessar até as vias mais comuns. "A criatividade exige dar oportunidade ao acaso e ser corajoso. O medo é o maior inimigo da criatividade", destaca Lolly.



 
 
5.Comparação com os outros
Se você tem o hábito de se comparar com os outros profissionais, saiba que isso atrapalha a sua capacidade de inovar. "Quando você se compara, você furta sua própria imaginação, que é única", segundo a CEO. Defina seus próprios padrões de criatividade e você não terá mais que se comparar a ninguém mais.



 
 
6.Levar a crítica para o lado pessoal
O feedback é sempre importante, e a crítica é ótima se não levamos para o lado pessoal, conforme conta Lolly. "Todos nós precisamos de alguém que nos dê um feedback, é o caminho para a melhoria. Temer a crítica é temer o crescimento", conclui.



 
 
 
>Saiba mais: Dicas da neurociência para melhorar a concentração e estimular a criatividade.
 
 
 

 

 


Veja o que outras pessoas acham deste conteúdo. Comente você também.

Deseja mesmo encerrar esse chat?


Motivo:


Encerrar Cancelar