E-mail/Senha incorreto. ×

ESQUECEU SUA SENHA?

Não se preocupe. Basta informar o e-mail que você usou para se cadastrar em nosso site.

Como as empresas podem aumentar o engajamento social

03/06/2019 Por: Editorial Dom Bosco

https://www.domboscoead.com.br/pos-graduacao/noticias

Enganam-se as marcas que acreditam na quantidade de seguidores nas redes sociais como indicador de público engajado. Prova de que qualidade não é resultado de quantidade, pode ser vista recentemente, quando uma marca de camisetas elegeu uma influencer digital com 2,6 milhões de seguidores no Instagram, para promover as peças. O resultado? Nem 36 camisetas vendidas.


O engajamento de sua marca nas redes sociais não pode ser validado apenas pela quantidade de seguidores ou likes que há nas publicações - no exemplo acima, a influencer tinha ‘milhares’ deles em seus posts. Ter o público engajado, é ter pessoas que não curtem as publicações da marca; mas, que ACIMA DE TUDO se identificam com elas.


Mas como medir o engajamento? Ou melhor, como fazer o seu público se identificar com o seu conteúdo nas redes sociais?


As empresas e o engajamento social  

https://www.domboscoead.com.br/pos-graduacao/noticias

Uma palavra que define engajamento social, é naturalidade. Ou seja, não é a interação automática/robótica do público. Por exemplo, quando estamos de “bobeira” rolando o feed em nossas redes sociais, nem sempre damos like em algo que realmente paramos para ver. Talvez, algo despertou nossa atenção e por isso, antes de analisar o conteúdo, já “lascamos” nosso curtir.
Suponhamos que a curtida automática que doamos ao post fosse usada como parâmetro para medir a aceitação dos seguidores para com um produto. A empresa estaria errando, correto? Porque apenas reagimos por impulso. Portanto, quantidade de likes ou seguidores é parâmetro para engajamento, da mesma maneira que palhaço é parâmetro de felicidade - não quer dizer nada!


Mas, deixe de pensar no post que você apenas curtiu e mude o pensamento para a publicação que fez com que você comentasse e ainda, se possível, compartilhasse. Certamente, essa não só despertou seu interesse como sua ação. Percebeu a diferença? O teor do comentário também é importante para responder a pergunta: se ele foi negativo, pode servir de insumo para a empresa; se foi positivo, você pode ser o potencial cliente.


No entanto, os comentários negativos/neutros não são o fim do mundo para definir que o público desengajado. As empresas que aplicam estratégias de Branding conseguem transformar comentários negativos em impulsos para o sucesso. Demonstrar para o usuário que a crítica será considerada nas decisões da empresa (e realmente fazer isso), contribui para que a sua marca deixe de ser vista apenas como uma estampa.


Portanto, o engajamento não pode ser avaliado com variáveis isoladas, como número de seguidores ou reações; esse deve ser o resultado de todas as atividades que o público tem com sua marca.


Confira também: Como marcas podem utilizar Multiplataforma para vender


Como aumentar o engajamento social

https://www.domboscoead.com.br/pos-graduacao/

Como vimos, eleger figuras públicas apenas pela quantidade de fãs digitais, não é garantia de vendas. Então, como posso conseguir usuários que realmente se tornem clientes da minha empresa? Gerando conteúdo.


“Pera”! Não estamos falando de qualquer conteúdo. Estamos falando do conteúdo que seu público realmente gosta; aquele que é adaptado na frequência e linguagem que ele aprecia. E, eis que a ‘pergunta que não quer calar’ surge: quem é seu público-alvo? Antes  de continuar com as estratégias, é indispensável que você consiga responder com bastante segurança essa questão.


Então, vamos para os passos que não podem ser ignorados ao interagir e conseguir engajamento social via plataformas de relacionamento. Continue a ler.


#1. Conteúdo vale mais que mil posts!


Ficar postando diariamente coisas “sem pé nem cabeça” e que não favoreçam a identidade da empresa, é a mesma coisa que postar três vezes a cada 1 ano. Como já comentado, o primeiro passo para identificar o conteúdo ideal é conhecer quem são as pessoas que compõem o seu público.


Dicas, novidades, relatos, dentre outros modelos, são algumas sugestões para quem deseja levar a marca para além do óbvio. Tire a imagem de que atrás da empresa existem máquinas trabalhando; deixe claro que a marca é humana, real, com gostos e opiniões.


#2. Estabeleça métricas


Trabalhe sempre com extremos e compare para identificar o que deu ‘muito errado’ ou ‘muito certo’. Olhe para as publicações que geraram o maior número de comentários, compartilhamentos e curtidas, e compare essas estrelas com aquelas que ficaram esquecidas perante o público - os “abacaxis” da história.


Engajamento não é só produzir conteúdo, mas parar constantemente para analisar os resultados. Sem acompanhamento constante, dados importantes acabam sendo esquecidos e você pode perder o timing do negócio. Sendo assim: postou? Mensure!


#3. Qual a linguagem e mensagem ideal?


Lembra da sugestão de pegar extremos para analisar os resultados? É com base nessas ações de acerto e erro, que será possível identificar a forma ideal de engajar o público. Aprenda a identificar o diferencial que fez com que as pessoas ficassem mais envolvidas com conteúdo. Apenas uma “palavrinha” pode mudar tudo!


Não só o perfil da mensagem, como o horário em que as publicações acontecem são importantes. Se o seu público é composto por crianças, pode ser que fazer publicações durante o período almoço e final da tarde seja mais efetivo, visto que, são horários onde não estão em sala de aula.


Agora, se você começou a fazer as postagens nesses períodos e as respostas não atenderam o esperado, tente outro período, até acertar. A hora que seu público interage nas redes sociais, diz muito sobre quem são e o estilo de vida que levam.


E aí, tudo pronto para aumentar o engajamento social da sua empresa?


E-mail já cadastrado. ×

Receba nossas novidades



Veja o que outras pessoas acham deste conteúdo. Comente você também.

x
Deseja mesmo encerrar esse chat?


Motivo:


Encerrar Cancelar