E-mail/Senha incorreto. ×

ESQUECEU SUA SENHA?

Não se preocupe. Basta informar o e-mail que você usou para se cadastrar em nosso site.

Redes sociais influenciam na decisão de compra do brasileiro

12/02/2015 Por: Editorial Dom Bosco
Redes sociais influenciam na decisão de compra do brasileiro

As redes sociais passaram a dominar a decisão de consumo das pessoas. É o que revela uma pesquisa da consultoria PricewaterhouseCoopers produzida para descobrir quais os fatores de mudança do varejo no Brasil e no mundo.  Para 77% dos brasileiros, o relacionamento direto com varejo por meio das redes sociais impactou na decisão de compra.

 
Ricardo Neves, sócio da consultoria e responsável pela área de varejo e consumo afirma que os jovens entre 18 e 24 anos, a chamada geração digital, está chegando ao mercado de consumo. Além disso, as redes sociais possuem mais poder na decisão de compra do brasileiro superando o impacto da média global.

 
A pesquisa foi realizada entre setembro e outubro de 2014, em 19 países e 62% dos 19 mil consumidores, em média, relataram que fizeram suas compras influenciados pela interação com o seu varejo favorito através da rede social.

 
As principais atividades realizadas pelos brasileiros na relação com o varejo, através das redes sociais são: descobrir marcas (43%), pesquisar retornos sobre uma marca (43%), seguir marcas favoritas (39%), entre outras. Foram entrevistadas mil pessoas no Brasil.

 
O modelo tradicional de negócios do varejo, baseado somente na loja física, está sendo afetado por vários fatores, impulsionados pela evolução tecnológica e por mudanças demográficas.

 
No ano de 2013, 36% dos entrevistados realizaram compras online por meio de tablets e celular. Em 2014, essa parcela atingiu quase 60%.
 
 
Ainda de acordo com a pesquisa, 86% dos brasileiros pesquisam sobre os produtos em lojas físicas e compram na internet. O mesmo estudo mostra que 78% dos entrevistados, primeiro, pesquisam sobre o produto que lhes interessa nos sites de comércio eletrônico e depois vão à loja para comprá-lo.

 
Portanto, o consumidor decide onde vai realizar a pesquisa e onde vai comprar de acordo com a melhor experiência de compra e cada vez mais, o consumidor quer ter acesso a todos os canais de compra e usá-los da forma que lhe for mais conveniente.
 
Com informações do jornal O Estado de S. Paulo.


Veja o que outras pessoas acham deste conteúdo. Comente você também.

Deseja mesmo encerrar esse chat?


Motivo:


Encerrar Cancelar