E-mail/Senha incorreto. ×

ESQUECEU SUA SENHA?

Não se preocupe. Basta informar o e-mail que você usou para se cadastrar em nosso site.

Setor de serviços é um dos mais promissores - Veja por que investir

18/08/2015 Por: Vanessa Cagliari
Serviços é um dos setores mais promissores - Veja por que investir

Devido à instabilidade da economia no início deste ano, alguns setores sofreram queda de faturamento, inclusive o setor de serviços, o qual possui um histórico de crescimento considerável nos últimos anos. De acordo com dados divulgados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o setor de serviços fechou 2014 com crescimento de 6%. Em 2013, a expansão foi de 8,5%.


 
A maior parte dessa taxa veio de serviços prestados às famílias, com índice de 9,2%, sendo que serviços de alojamento e alimentação tiveram alta de 9,5%, e outros serviços prestados às famílias cresceram 7,1%. É inegável que essa é uma das áreas mais promissoras para os pequenos e médio empreendedores (PMEs) investirem no momento.


 
Apenas para ter uma noção, a "Pesquisa Cenários 2020", divulgada pelo Sebrae-SP revelou que, em 2015, o segmento de serviços deverá ultrapassar o comércio (em número de PMEs), uma vez que a expectativa é que existam cerca de 800 mil PMEs a mais no estado de São Paulo até 2020. Para Sandro Andriow, professor de Administração e Gestão da faculdade Dom Bosco e da FESP/PR, existe um mercado muito grande para quem pretende investir em serviços. Atualmente as áreas em alta são:


 
Estética - Atrás apenas dos Estados Unidos, o Brasil ocupa a 2ª posição do ranking entre os países de consumo de produtos e serviços de beleza. O setor encerrou 2014 com um crescimento de 77% e uma movimentação de cerca de R$ 136 bilhões, segundo o Sindicato dos Empregadores em Empresas e Autônomos em Estética e Cosmetologia do estado de São Paulo (SindEstética).  

 
Consultoria especializada em gestão de empresas- Principalmente nas áreas contábil e jurídica. "O motivo das empresas investirem nesse serviço é para diminuir o impacto da crise. Quando a crise passar, as empresas estarão favorecidas", explica Andriow.


 
Reparo de automóveis - "Com a crise econômica, a venda de carros diminuiu e as pessoas passaram a investir em reparos de seus veículos. Oficinas mecânicas focadas em manutenção de automóveis viram seu faturamento aumentar", disse o especialista.



Sandro explica que outra área do setor de serviços que promete abrir novas oportunidades é a logística por conta do e-commerce que cresce cada vez mais. "O comércio eletrônico veio para ficar. Por conta da alta do dólar, as pessoas estão comprando mais pela internet que oferece preços mais em conta e, consequentemente, aumenta a necessidade de empresas de serviços de entrega, uma vez que o grande fornecedor de pequenos produtos ainda é o Correios que nem sempre dá conta de toda a demanda", ressalta.


 
Além de apresentar vantagens para as empresas e para empreendedores, o setor de serviços, por outro lado, apresenta-se também como uma alternativa de mercado de trabalho, sendo que o salário inicial de um gestor de serviços gira em torno de R$ 3.000 a R$ 4.000. Já em empresas que são grandes prestadoras de serviços, o salário pago ao gestor pode chegar a R$ 10.000. "É preciso ter uma formação superior em marketing ou em administração de empresas, além de uma especialização em gestão de serviços. É importante também ter conhecimento na área financeira, na questão de comportamento do consumidor e saber o que leva-o a comprar um bem de serviço", destaca Andriow.


 
Atualmente, os serviços são considerados os grandes responsáveis pela conquista e fidelização dos clientes, apresentando uma ligação maior com os clientes, enquanto os produtos localizam sua interatividade nas empresas. "É importante lembrar também que a qualidade do serviço depende de quem presta onde e como. O profissional deve ter boa noção da imaterialidade dos serviços, ou seja, não podem ser estocados como um produto. Ele deve ser focado no cliente sabendo que cada consumidor tem sua necessidade no mesmo tipo de serviço", conclui Sandro.  

 
 
Conheça o curso de pós-graduação online em Gestão de Serviços do Dom Interativo que foi estruturado para capacitar profissionais para atuar em empresas do setor. Clique aqui e assista às aulas, gratuitamente, por 7 dias.




 
Sandro Andriow possui graduação em Administração pela Universidade Federal do Paraná (1986) e mestrado em Administracíon de Empresas y Gestión Financiera pela Universidad de Extremadura, Espanha (2001). Atualmente é sócio gerente da empresa Q2C Capacitação e Desenvolvimento de pessoas e Organizações Ltda. e professor titular da Fundação de Estudos Sociais do Paraná e Professor Assistente das Faculdades Dom Bosco, ambas em Curitiba/PR. Tem experiência na área de Administração, com ênfase em Administração Financeira, atuando principalmente nos seguintes temas: empreendedorismo, gestão de serviços de saúde, tecnologia da informação, qualidade, gestão financeira e de custos e ensino superior.





Veja o que outras pessoas acham deste conteúdo. Comente você também.

Deseja mesmo encerrar esse chat?


Motivo:


Encerrar Cancelar