E-mail/Senha incorreto. ×

ESQUECEU SUA SENHA?

Não se preocupe. Basta informar o e-mail que você usou para se cadastrar em nosso site.

Site responsivo e aplicativo mobile: entenda a diferença entre as plataformas

05/12/2014 Por: Editorial Dom Bosco

 
Com os avanços e popularização dos smartphones e tablets, muitas empresas estão alterando seus websites comuns para plataformas responsivas ou aplicativos para garantir o acesso do público que não fica mais parado em um lugar só. Apesar das duas plataformas terem a mesma finalidade, existe diferença entre as duas. Entenda:
 
Site responsivo
De acordo com Gustavo Briones, diretor e fundador da eCliente e professor na Faculdade Dom Bosco, um site responsivo é acessado via navegador do celular ou tablete. A diferença é a distribuição das informações e a composição do site que se adapta automaticamente, conforme a resolução e tamanho da tela. “Desta forma a navegação no site fica mais fácil quando a tela é menor, evitando que você tenha que ficar dando zoom e arrastando as telas para o lado”, completa.
 
É comum alguns empresários acharem que seu site é responsivo apenas por ele abrir no celular. Mas, na verdade, não é bem por aí. O browser do celular abre o site porque seu sistema é igual do computador, mas quando não é responsivo ele obriga o visitante a deslizar de um lado para o outro, abrindo e fechando para conseguir navegar e visualizar as informações. Além disso, são pesados e dificultam o acesso em internet móveis, o que pode provocar a desistência do internauta.
 
Para identificar se um site é responsivo, basta reduzir o tamanho do navegador (como se fosse uma tela de celular) ou abrir do próprio smartphone. Se o layout se adaptar ao novo formato sem a necessidade de rolar para os lados para acessar as informações, então ele é responsivo.
Caso as informações fiquem confusas ou é necessário ficar rolando a tela para os lados, se tornando extremamente difícil entender as informações, este site não é responsivo. Sites que não são responsivos costumam afugentar seus visitantes, devido à dificuldade e tempo que levam para serem visualizados.
 
Site Mobile

É conhecido também como “web app”. Normalmente, empresas que não possuem sites responsivos, optam pelo Site Mobile que nada mais é que o site em um formato diferente. Isso implica em ter dois layouts, um para computador e outro para celular. O layout para mobile é mais leve e possui apenas os links para garantir melhor navegação possível. A vantagem dessa técnica é que permite ir ainda mais longe na usabilidade para dispositivos móveis. O ponto negativo é que gera um custo duplicado.
 
Aplicativo para Celular

Não confunda com “web app”, pois são completamente diferentes. Um aplicativo para celular é um software que exige instalação no smartphone e roda diretamente em seu sistema operacional, diferente do site mobile que roda em um navegador.
 
Existe uma tendência das empresas optarem pelos aplicativos para celular, pois isso mantém o cliente mais próximo da marca. Um aplicativo tem a performance muito superior e pode ser moldado de múltiplas formas para expandir a experiência do usuário.
 
Esta é uma tecnologia mais recente e não existem muitos desenvolvedores no mercado. Isso torna essa opção com o custo 3 vezes mais alto que o valor de um web app. Entretanto, este é um investimento para o futuro, pois são muito mais versáteis e alguns projetos demandam de requisitos que somente um aplicativo terá condições de atender.
 
 
 
Qual a melhor opção?

Não existe melhor opção, apenas formas diferentes de atender uma demanda de clientes. Cada projeto possui um orçamento e requisitos diferentes, por isso não existe a resposta certa. Cabe você decidir qual será a melhor opção para sua empresa e clientes. Uma coisa é certa: é necessário investir nos clientes mobiles.


Veja o que outras pessoas acham deste conteúdo. Comente você também.

Deseja mesmo encerrar esse chat?


Motivo:


Encerrar Cancelar