E-mail/Senha incorreto. ×

ESQUECEU SUA SENHA?

Não se preocupe. Basta informar o e-mail que você usou para se cadastrar em nosso site.

Tela em segundo plano

06/10/2014 Por: Editorial Dom Bosco


Pesquisa aponta que os brasileiros estão adotando uma nova forma de assistir televisão. Segundo a pesquisa, as redes sociais estão se tornando um complemento à atividade.

Dados do Ipsos MediaCT revela que 57% dos brasileiros usam o Facebook ao mesmo tempo em que assistem TV. Dentre eles, 39% dos entrevistados escolhem um dispositivo móvel como sua segunda tela. Durante o horário nobre — que vai das 20:00 às 23:59 —, o índice aumenta e chega aos 80%.

Este é um fenômeno que especialistas estão chamando de “efeito segunda tela” (Second Screen, em inglês). Isso acontece, pois, graças a comodidade dos smartphones, as redes sociais estão cada vez mais presentes no cotidiano das pessoas. Além disso, os telespectadores não querem mais assistir seus programas sozinhos, consequentemente, publicam seus comentários via Facebook ou Twitter e recebem o feedback instantaneamente. Existem até aplicativos especializados nesta tendência, onde os assuntos são divididos por programas de TV.

A propagação que a tendência tem ganhado nos mostra que as empresas devem pensar cada vez mais em agregar o conteúdo on-line em seus programas populares. Afinal, essa ferramenta aumenta o alcance do gerador de conteúdo, os anunciantes e os consumidores.

Outro benefício desta modalidade é o feedback instantâneo, ou seja, os monitoramento do comportamento dos telespectadores podem ser medidos quase em tempo real, tanto comentários positivos, neutros e, mais importante, os negativos.

A funcionalidade pode ir mais além: programas totalmente interativos, onde o público consegue interagir diretamente em suas redes sociais é algo que pode inovar, aproximar o público e, até mesmo, garantir a fidelização de seus consumidores.

Entretanto, assim como a internet está sempre se atualizando, a inovação da “tela em segundo plano” também muda constantemente, por esse motivo, as empresas e profissionais da área devem investir cada vez mais em suas atualizações e conhecimentos dessas plataformas.

Lembre-se: um erro nessa comunicação pode gerar aquele viral de internet que pode condenar a popularidade de sua marca para sempre. Por isso é necessário cautela para bolar ações que ajam de forma positiva.

A saída pode ser procurar cursos que ofereçam todo o suporte necessário para propostas inovadoras. Estimular sua criatividade e interatividade para atrair cada vez mais o público que mudam tão rápido quanto a velocidade de sua banda larga, e o monologo tradicional está quase em extinção.

Veja o que outras pessoas acham deste conteúdo. Comente você também.

Deseja mesmo encerrar esse chat?


Motivo:


Encerrar Cancelar