E-mail/Senha incorreto. ×

ESQUECEU SUA SENHA?

Não se preocupe. Basta informar o e-mail que você usou para se cadastrar em nosso site.

Turistas de negócios gastam 4 vezes mais do que turistas de lazer, aponta estudo

29/04/2016 Por: Vanessa Cagliari

Turismo de negócios

A Pesquisa de Impacto Econômico dos Eventos Internacionais Realizados no Brasil, produzida pela Fundação Getulio Vargas para a Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) revelou que turistas de negócios e eventos gastam 4 vezes mais no Brasil do que os turistas de lazer. Isso representa uma média de US$329,39 de gasto por dia pelos turistas de negócio, enquanto os visitantes a lazer gastam US$73,77.


 
Para chegar ao resultado do estudo, foram ouvidas 1.726 pessoas em 19 eventos internacionais realizados nas cinco regiões do país. A pesquisa apontou ainda que o Rio de Janeiro é o destino mais visitado pelos turistas estrangeiros de negócios e eventos, com índice de 33,4% do total de visitantes. As outras cidades visitadas são: São Paulo (16,4%); Manaus (6%); Foz do Iguaçu (5,8%); Belém (4,4%); e Salvador (4,3%).

 
 
Do total de entrevistados, 67,2% estiveram no país pela primeira vez, e 60,4% dos turistas que já visitaram o Brasil o fizeram por motivos de negócios. Os lugares mais visitados na viagem anterior foram Rio de Janeiro (27,5%); São Paulo (21,6%); Florianópolis (4,9%); Salvador (4,6%); e Foz do Iguaçu (3,6%). Segundo a Embratur, os turistas que visitaram a cidade sede do evento pela primeira vez somam 86,7%.

 
 
Um outro tema da pesquisa foi a organização da viagem que revelou que para 64,4% das pessoas entrevistadas, o fato do evento ter sido realizado no Brasil influenciou positivamente na decisão de participar. Do total de entrevistados, 52% disseram que a viagem foi organizada por eles mesmos; 45% buscaram a organização do evento no Brasil para se informar sobre produtos e serviços turísticos, enquanto 20% procuraram na internet.

 
 
Em relação ao perfil dos turistas, a Embratur informou que as pessoas com nível superior correspondem a 97,4% do total de entrevistados, e 41,9% têm renda acima de US$4 mil, o que representa um público com alto poder aquisitivo. Dos turistas estrangeiros, 20% são da América do Norte; 16,2% da América do Sul; 23% da Europa; 58,6% são homens; 41,4% são mulheres; e 54,4% dos turistas têm entre 25 e 44 anos. O gasto médio no total da viagem, por pessoa, considerando a permanência média de 7 pernoites no Brasil é de US$ 2.170,14.
 
 
 
Segundo dados divulgados em 2014 pela ICCA (Internacional Congress and Convention Association), entre 2003 e 2013, os eventos de negócios realizados no Brasil registraram um aumento de 408%. Em dez anos, o total de eventos passou de 62 para 315, e o número de cidades que sediaram esse tipo de evento passou de 22 para 54. O ranking divulgado revela que o Brasil permaneceu entre os dez países que mais recebem convenções e congressos associativos.
 
 
Saiba mais: Área de turismo oferece oportunidades de carreira: salário pode chegar a R$17.651,29.
 
 
 
Com informações de Ministério do Turismo
 
 


Veja o que outras pessoas acham deste conteúdo. Comente você também.

Deseja mesmo encerrar esse chat?


Motivo:


Encerrar Cancelar