E-mail/Senha incorreto. ×

ESQUECEU SUA SENHA?

Não se preocupe. Basta informar o e-mail que você usou para se cadastrar em nosso site.

Webwriting: uma nova forma de escrever e interagir no ambiente on-line

10/11/2014 Por: Editorial Dom Bosco


A internet é a principal fonte de informação dos dias atuais. Seja pra saber a previsão do tempo ou realizar uma pesquisa mais complexa, o ambiente virtual é a saída mais rápida para a maioria das pessoas.

Com essa tendência, novos segmentos de mercado surgiram. Uma delas é o Webwriting, entretanto, muitas pessoas ainda possuem dúvidas sobre o assunto. Por esse motivo, falamos com o maior especialista em webwriting do Brasil, autor do livro “Webwriting – Redação para Mídia Digital”: Bruno Rodrigues.

Segundo Bruno, Webwriting é a tarefa de pensar como os diversos tipos de informação devem ser distribuídos por cada uma das 'camadas' de um site ou portal. Ou seja, não é apenas lidar com texto, mas com ícone, infográfico, áudio, foto e vídeo - apenas para citar alguns formatos - no ambiente digital.

“Já houve um tempo em que Webwriting se restringia ao estudo da redação no meio digital, mas em menos de uma década o estudo se ampliou. Afinal, estamos em um ambiente de convergência de mídias, e limitar a informação a um dos formatos, somente - o texto - seria um erro.”, complementou.

O especialista explica que essa é uma das ferramentas do Jornalismo Online e é a compreensão de como podemos aproveitar o melhor dos diversos formatos de informação (e do meio em que se está, o digital) que o Jornalismo avança nas novas mídias. Em outras palavras, hoje em dia, entender o conceito de Webwriting é fundamental para o jornalista.

E como as empresas podem se beneficiar dos profissionais especializados nesta modalidade?

Os webwriters são imprescindíveis para organizações que possuem projetos de otimização de sites para a busca orgânica do Google para gerar conteúdos de interesse para os usuários e, também, manter o site com conteúdo atualizado constantemente.


“Para uma empresa trabalhar informações e oferecê-las aos seus públicos é, desde sempre, uma ação estratégica e o meio digital mostrou-se, ao longo dos anos, superior aos outros, tanto em rapidez, como em retorno. Desta forma, formações básicas em Webwriting devem ser oferecidas aos profissionais que lidam com informações dentro das empresas. Ressalto que isso não é somente para os profissionais de Comunicação: qualquer um que publique informações em sites intranet e sites internet precisam deter este conhecimento.”, explica Bruno.

As dicas do profissional para quem quer investir nessa modalidade é fazer cursos de extensão na área, levando em consideração que essa é apenas uma das ferramentas de uma “caixa” que ele chama de “Gestão de Informação Digital”, onde fazem parte outros recursos, como: Arquitetura da Informação, Experiência do Usuário, Otimização para Sistema de Busca (SEO), Acessibilidade, Direito Digital, entre outros. Ou seja, Webwriting é somente um degrau na trajetória de algo bem mais complexo que é a Comunicação Digital.

O autor recomenda, além de seu livro de própria autoria, os escritores Jakob Nielsen e Crawford Kilian que são referências no assunto.


Veja o que outras pessoas acham deste conteúdo. Comente você também.

Deseja mesmo encerrar esse chat?


Motivo:


Encerrar Cancelar